Computador

Partes do quebra-cabeça de gerenciamento de logs

Todo sistema de computador tem sua própria função de registro. O log mantém registros cuidadosos e detalhados de cada evento que ocorre em um aplicativo específico. Portanto, quando um evento ocorre, o logger de eventos produz automaticamente um registro do evento. Além de simplesmente registrar a ocorrência, ele também registra todas as condições pertinentes no momento em que o evento ocorreu. Todos esses dados entram no registro oficial, e esse registro é chamado de arquivo de log.

Quem usa esses caches importantes de dados? Normalmente, os programadores usam as informações para depurar computadores e descobrem por que os erros ocorreram em primeiro lugar. Mas, além de programadores e outros técnicos de alto nível, esses arquivos são úteis para quem deseja verifique o desempenho do sistema, consulte o status de segurança atual e obtenha informações sobre o comportamento geral do aplicativo. Uma área inteira de estudo surgiu em torno desse campo de coleta, análise e monitoramento de dados registrados. É chamado de gerenciamento de log e consiste em três subcategorias distintas. Aqui está um resumo dos três tópicos abordados pelo software competente de gerenciamento de logs.

O Agregador

Os ambientes de TI estão se tornando mais complexos a cada dia, e aplicativos altamente sofisticados são necessários para gerenciar grandes quantidades de informações criadas pelos processos do computador. Os gerentes precisam garantir uma maneira centralizada de monitorar o desempenho e a segurança de todos os aplicativos. De fato, é possível revisar o arquivo de log de cada aplicativo para acompanhar seu status. Uma abordagem muito mais eficiente é coletar todos os dados em um único local em apenas uma plataforma. Um agregador faz essa tarefa. Software de agregação da Loggly é capaz de reunir todas as informações, independentemente de onde elas estavam originalmente localizadas na infraestrutura do ambiente de TI. Depois de entregá-lo em uma única plataforma, é muito mais fácil para os humanos observá-lo, ponderá-lo, fazer uma análise aprofundada sobre ele e revisá-lo por quanto tempo desejar.

Análise

Nas organizações de médio e grande porte, diferentes programas de software e gerentes humanos desempenham funções separadas de análise, agregação e monitoramento. Quando se trata de analisar dados detalhados, os técnicos humanos tendem a procurar os mesmos tipos de padrões, como tempo de consulta lento, memória carregada, alto uso da CPU e processos em loop. No entanto, a análise pode assumir várias formas e tem uma ampla variedade de usos. Um programa de software competente ou um técnico bem treinado descobre falhas abrangentes do sistema fazendo verificações de rotina dos logs. Um exame aprofundado pode levar a soluções permanentes para problemas que causaram lentidão, interrupções no sistema e outros problemas críticos.

Monitoramento

Dentro de um vasto ambiente de TI, o monitoramento pode atuar como uma medida preventiva. Programas que fazem observação de alto nível de logs podem detectar pequenos problemas antes que eles se tornem grandes. Por exemplo, uma memória monitorada nunca trava, desde que todos os seus problemas sejam resolvidos em tempo real. Os técnicos geralmente definem níveis de alerta em fatores como níveis críticos de memória, uso da CPU, tentativas não autorizadas de baixar arquivos confidenciais e outras áreas comuns de preocupação.

Sobre o autor

Equipe editorial

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário