Internet

Não apenas tecnologia e carros: a cultura é o novo produto de exportação da moda da Coreia

em branco

A Coreia é conhecida há muito tempo como um grande exportador de tecnologia e produtos automotivos, ostentando grandes nomes como Samsung e Hyundai. Nos últimos anos, entretanto, o país do Leste Asiático tornou-se igualmente conhecido por suas exportações culturais. Do K-pop ao Kimchi, as tendências coreanas estão abrindo caminho no exterior, bem-vindas por pessoas em toda a Europa, Estados Unidos e além.

Para as pessoas que buscam presentes exclusivos, porém modernos, os autênticos presentes coreanos estão rapidamente se tornando seus favoritos. No entanto, esses produtos não são apenas “feitos na Coreia”. As exportações mais badaladas do momento são infundidas com a cultura tradicional coreana, levando tradições, comidas e festividades antigas e transportando-as bem além das fronteiras da nação-ilha.

O fascínio dos presentes coreanos

Ao comprar produtos coreanos, os consumidores sabem que esperam produtos cuidadosamente elaborados com produtos de alta qualidade. Por exemplo, considere o frenesi pelos produtos de beleza coreanos, que conquistaram o mercado internacional. No uma pesquisa, os entrevistados citaram a qualidade e a reputação como os principais motivos para comprar marcas coreanas.

Os entrevistados até sugeriram que consideravam os itens coreanos de melhor qualidade e com melhor reputação do que poderiam encontrar em seu país de origem.

Essas atitudes explicam por que as pessoas em todo o mundo estão olhando para os presentes e produtos coreanos em geral. Mesmo a pandemia COVID-19 não diminuiu a tendência, com um Aumento percentual de 10 nas exportações reportadas nos primeiros 20 dias de março de 2020, em comparação com 2019.

Moda coreana em destaque

A moda coreana está ganhando espaço no mundo da moda internacional, com publicações que definem tendências como Harper Bazaar celebrando o estilo do país. A revista destaca elementos como babados, tons de blush, tops grandes e blazers de declaração, e fornece fotos de rua deslumbrantes de pessoas em Seul e outras cidades usando esses looks.

Não é apenas a moda adulta sendo celebrada. A moda infantil coreana também está recebendo atenção em todo o mundo. Levar a hanbok por este loja coreana online por exemplo. Este vestido tradicional foi originalmente concebido para cerimônias ou festivais. Geralmente consiste em uma blusa ou jaqueta e saia envolvente, unidas por tiras de tecido. Os modelos modernos usam velcro ou tecnologia semelhante para facilitar o uso.

A moda coreana não se trata apenas de roupas. As joias são um elemento importante. Harper's aponta para cortinas grandes como um exemplo. As joias de jade também merecem destaque, conhecidas por sua aparência elegante e minimalista. UMA anel de jade simples é um acessório discreto que é versátil o suficiente para combinar com qualquer roupa.

Comida coreana ganhando terreno

Os coreanos não estão apenas compartilhando o conteúdo de seus armários com o mundo. A cozinha coreana também está abrindo suas portas para as populações globais. Kimchi, um prato tradicional feito com vegetais salgados e fermentados, é um excelente exemplo. Especialistas em saúde reconhecem Kimchi por suas propriedades nutritivas.

Kimchi tem muitas vitaminas A e C e oferece proteínas, vitamina B6, ferro, niacina e fibras. Os probióticos em alimentos fermentados como Kimchi podem promover a saúde gastrointestinal. Ao mesmo tempo, a pesquisa mostra que uma certa bactéria contida no combate Kimchi inflamação no corpo e melhora a função imunológica.

Enquanto Kimchi tem circulado em cozinhas internacionais há anos, makgeolli é uma descoberta mais recente na comunidade culinária global. Este é um licor tradicional que pode até ser feito em casa com um estojo. É produzido com zero adoçante artificial ou aditivos, feito à base de arroz coreano, fermento e água. Também não contém ingredientes geneticamente modificados ou artificiais.

Tradições culturais coreanas que despertam interesse

Roupas e alimentos costumam fazer parte das tradições culturais. Portanto, não deve ser surpresa que o mundo também esteja despertando para alguma cultura coreana. Um excelente exemplo é Doljanchi - o primeiro aniversário de uma criança. Embora o primeiro aniversário de um bebê seja importante em qualquer lugar, ele tem um significado especial na Coreia, que já teve uma taxa de mortalidade infantil muito alta. O primeiro é, portanto, considerado um dos aniversários mais importantes do país.

A celebração consiste em dois segmentos. A primeira parte consiste em oração. Em seguida, uma mesa de alimentos especialmente preparados é colocada. A segunda parte da celebração é o doljabi este é um tipo de jogo em que vários objetos de um conjunto de doljabi são colocados na frente do bebê. Eles têm significados diferentes. Dependendo do que o bebê escolher, este é um indicador de seu futuro.

Moedas podem significar riqueza, por exemplo, enquanto um medalhão pode indicar status social elevado. As abordagens modernas do doljabi podem “prever” a profissão que a criança terá. Um estetoscópio pode significar que ela será médica, por exemplo, enquanto um lápis pode significar que ela está destinada a se tornar um escritor.

Música coreana ainda popular

Por último, mas não menos importante, não há como discutir as exportações culturais coreanas sem abordar o K-pop. Do BTS ao BLACKPINK, as bandas sul-coreanas ganharam groupies de todas as partes. O gênero em si remonta à década de 1990, com o advento da Seo Taiji and Boys. O trio ofereceu uma fusão de rap americano e letras coreanas. Seu hit "I Know" foi o número um nas paradas de singles da Coréia do Sul por mais de 17 semanas.

A década de 1990 viu um surgimento de grupos de meninos, enquanto os grupos de meninas se tornaram mais proeminentes no início dos anos 2000. Mais tarde, as estações de rádio ocidentais começaram a pegar a tendência do K-pop. Indiscutivelmente, o rapper sul-coreano Psy ajudou o gênero a fazer ondas com seu vídeo viral para “Gangnam Style” em 2012. Desde então, K-Pop manteve sua popularidade na Ásia e no Ocidente, com BTS permanecendo um de seus favoritos.

Um futuro forte para o comércio eletrônico coreano

Dado o crescente interesse pela cultura coreana, de música a comida, roupas e muito mais, não é de se admirar que as lojas online coreanas estejam decolando. Os varejistas com base na Coréia estão percebendo um interesse crescente no mercado global e cada vez mais adaptando seus sites para atender à demanda internacional. As principais plataformas agora operam não apenas em coreano, mas também em outros idiomas, como o inglês.

Para as pessoas que buscam produtos inovadores com algum toque cultural, os presentes coreanos são uma aposta sólida. Com uma reputação de excelente atendimento ao cliente e produtos de alta qualidade, os varejistas coreanos certamente se sairão bem no mercado mundial. O quão grande impacto eles causam ainda está para ser visto.

Sobre o autor

em branco

Equipe editorial

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário